Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ministro Afif participa de congresso de varejistas em BH voltado para substituição tributária

Notícias

Ministro Afif participa de congresso de varejistas em BH voltado para substituição tributária

Afif fez palestra sobre o Simples; durante o evento, varejistas de todo o Brasil repudiaram declaração do secretário da Fazenda de SP de que mudanças na lei da substituição tributária são demagógicas

O ministro-chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República (SMPE/PR), Guilherme Afif Domingos, participou nesta quinta-feira (10) do 30º Congresso Nacional dos Sindicatos Patronais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, em Belo Horizonte, Minas Gerais.
publicado: 20/02/2014 11h46 última modificação: 23/07/2014 19h00

O ministro-chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República (SMPE/PR), Guilherme Afif Domingos, participou nesta quinta-feira (10) do 30º Congresso Nacional dos Sindicatos Patronais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Ele fez palestra sobre o Simples Nacional, com moderação do presidente do Sindivarejista Brasília, Antônio Augusto Moraes. 

O Congresso, que tem como tema “A Inconfidência do Comércio”, é voltado para o debate sobre substituição tributária e para a questão do planejamento e controle na tributação como fatores decisivos para a sustentabilidade empresarial.
 
Nota de repúdio

Representantes de varejistas de todo o Brasil que participaram do Congresso nesta quinta-feira se manifestaram, por meio de nota de repúdio, sobre declarações do secretário da Fazenda do Estado de São Paulo, Andrea Calabi, publicadas no jornal Valor Econômico de quarta-feira (9). Segundo Calabi, as mudanças na lei que regula a substituição tributária são medidas demagógicas.

 “Declaramos que não concordamos e não aceitamos os argumentos do sr. secretário, pois a substituição tributária foi um artifício gerado para anular os benefícios do Simples, conquistados a duras penas por milhões de micro e pequenos empreendedores”, afirmaram os representantes, por meio da nota.