Você está aqui: Página Inicial > Notícias > No Fórum da Confederação das Associações Comerciais, Presidenta Dilma destaca ações da SMPE

Notícias

No Fórum da Confederação das Associações Comerciais, Presidenta Dilma destaca ações da SMPE

A presidenta expôs as ações capitaneadas pelo ministro Guilherme Afif, com olhar diferenciado para os pequenos negócios e propostas como a simplificação do Simples

“Quero dizer que é muito importante essa Caravana da Simplificação que percorre o Brasil, liderada pelo ministro Afif. De fato, a experiência demonstra que só conseguimos transformar o país quando unimos nossos esforços”, ressaltou a presidenta nesta 5ª-feira
publicado: 20/02/2014 11h46 última modificação: 23/07/2014 19h00

Na manhã desta quinta-feira (3), a presidenta Dilma Rousseff - acompanhada do ministro-chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República, Guilherme Afif Domingos – explicou a empresários o papel da SMPE/PR nos avanços para o setor das micro e pequenas empresas brasileiras. O pronunciamento foi realizado durante o 1º Fórum Nacional CACB Mil, organizado pela Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

A presidenta expôs as ações capitaneadas pelo ministro Guilherme Afif, com olhar diferenciado para os pequenos negócios e propostas como a simplificação do Simples - em tramitação no Congresso Nacional – e a implantação da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), além de projetos para estimular o acesso ao crédito e a capacitação profissional para aprendizes.

Dilma Rousseff afirmou que um dos aspectos fundamentais da SMPE é ser um canal de comunicação. “E estamos completamente convencidos de que quanto mais ouvirmos as demandas, trabalhar e discutir e estiver perto das reivindicações e do mundo real, melhor será a nossa agenda e as nossas realizações”, assegurou. E ressaltou a importância da Caravana da Simplificação para unir forças com os estados e municípios. “Quero dizer que é muito importante essa Caravana da Simplificação que percorre o Brasil, liderada pelo ministro Afif. De fato, a experiência demonstra que só conseguimos transformar o país quando unimos nossos esforços”, ressaltou a presidenta.

O presidente da CACB, José Paulo Dornelles Cairoli, iniciou os trabalhos do segundo dia de Fórum. “Nesta oportunidade, gostaria de agradecer a sua iniciativa pela criação da SMPE e pela verdadeira cruzada do ministro Guilherme Afif Domingos pelo país, levando a proposta de simplificação e abertura de empresas e a manutenção de pequenos empreendimentos”, disse, dirigindo-se à presidenta. O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, também prestigiou o evento.

Medieval para digital

Ao explicar as ações transformadoras coordenadas pela SMPE, Dilma Rousseff alertou para a necessidade da desburocratização. “Nós sabemos que a burocracia mata a inventividade, a criatividade, a liberdade de iniciativa e dificulta o empreendedorismo”, afirmou.

Como ferramenta para ajudar o processo de desburocratização, a presidenta citou o portal que está sendo feito pela SMPE, como parte da Redesim. “Na criação do Portal Empresa Simples, nós estamos colocando todo o esforço do governo para diminuir para cinco dias o prazo de abertura e fechamento das empresas. Eu acredito que até o final do ano teremos concretamente frutos a mostrar do processo de simplificação”, comemorou.

O ministro Guilherme Afif também destacou a importância do Portal. “Precisamos migrar definitivamente do medieval para o digital”, disse ele nesta quarta-feira (2) – dia em que começou o Fórum Nacional CACB Mil.

Acesso ao crédito e capacitação

As medidas para ampliação do crédito para investimento foi outro tema destacado por Dilma Rousseff. “Há hoje muita dificuldade para a concessão de crédito para a pessoa jurídica em função das próprias exigências bancárias. Por isso, o ministro Afif Domingos tem o mandato da presidência para estudar todas as alternativas para que nós superemos esse problema do crédito, aumentando significativamente sua fluidez e tratando de frente o problema que é um dos principais obstáculos que é o problema das garantias”, enfatizou ela.

A presidenta também falou sobre o modelo de substituição tributária adotado no país. “Nós sabemos que há uma distorção intolerável que faz com que micro e pequenas empresas paguem mais do que grandes empresas”.

A capacitação técnica e gerencial foi o último aspecto entre as ações da SMPE expostas pela presidenta durante o 1º Fórum Nacional CACB Mil. “O que nós estamos olhando é a introdução de um programa do aprendiz dentro do Pronatec. Sem a participação do Governo Federal não teríamos os recursos para garantir que o curso fosse gratuito”, explicou.

O 1º Fórum Nacional CACB Mil teve como objetivo de estimular a integração e o debate entre as Associações Comerciais e Empresariais de todo o Brasil.