Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Opção ao Simples pode ser feita a partir de 2/1

Notícias

Opção ao Simples pode ser feita a partir de 2/1

Opção poderá ser feita até 30 de janeiro. Com a universalização do Simples, 142 novas categorias poderão optar pelo modelo

publicado: 30/12/2014 12h12 última modificação: 30/12/2014 12h30

Brasília, 30/12/2014 -  As empresas interessadas em optar pelo Simples já poderão fazer a operação a partir desta sexta-feira (2/1), no Portal do Simples Nacional (www.receita.fazenda.gov.br/simplesnacional). A adesão poderá ser feita até o último dia útil de janeiro de 2015. Se aceita, a entrada no Simples retroagirá ao dia 1 de janeiro, para fins de tributação.

A sanção da Lei 147/14, que atualizou o modelo de tributação, promoveu a universalização do Simples, determinando que a opção acontecesse pelo porte da empresa e não mais pela atividade. Com isso, todos os negócios com faturamento de até R$3,6 milhões poderão optar pelo Simples.

O Simples é um regime compartilhado (União, estados e municípios) de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos, aplicável às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, previsto na Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.

Com a opção, as empresas passam a ter em apenas um boleto a cobrança de oito impostos: ICMS, ISS, Imposto de Renda de Pessoa Jurídica, IPI, Contribuição Social de Lucro Líquido (CSLL), Cofins, PIS/PASEP e a Contribuição Patronal Previdenciária.

A medida possibilita a adesão ao Simples de 142 novas categorias com abrangência inicial de aproximadamente 450 mil empresas.

Confira o roteiro, elaborado pela Receita Federal, com as principais orientações para quem vai optar pelo Simples:

http://goo.gl/1bp3wP